Notícia

13/05/2014

Dois pneus em um

Ao dividir a banda de rodagem em duas, a Goodyear faz um pneu com melhor desempenho para os SUVs do futuro

Pesquisas mostram que SUVs rodam a maior parte do tempo no asfalto. Mas as fábricas que produzem esse tipo de carro não podem equipá-los com pneus de uso exclusivo no asfalto, porque os utilitários foram feitos para todo tipo de terreno. Portanto, sempre chega o dia em que pneus lameiros - ou, ao menos, de uso misto - são necessários. Por causa disso, SUVs são forçados a rodar com pneus inadequados, na maior parte do tempo. O problema é que eles são barulhentos e prejudicam o rendimento dos veículos no asfalto.

Pensando nesse dilema, a Goodyear criou um pneu-conceito, chamado internamente de SUV Concept, que, na comparação com os de uso misto atuais, adapta-se melhor a cada situação, conseguindo bom desempenho nas situações off-road, sem prejudicar seu rendimento (aderência, nível de ruído, conforto) no asfalto. 

"Esse conceito não seria indicado para condições muito difíceis. Paraisso, ele precisaria de mais desenvolvimento", diz o diretor de novas tecnologias, Xavier Fraipoint. "Nosso objetivo foi conseguir um modelo mais adequado, que não exigisse sacrifícios dos usuários." Veja abaixo as soluções encontradas.

Dupla intenção
Com novo design (na banda e na estrutura) e recursos inéditos como eletricidade, pneu SUV Concept consegue bom desempenho dentro e fora do asfalto

BANDA LIMPA

 

Com pequenos blocos em formato de hexágono (inspirados na folha da flor de lótus), a Goodyear desenvolveu uma textura que repele a água da banda de rodagem, o que garante contato mais intenso do pneu com o solo mesmo debaixo de chuva.

COMPOSTO MUTANTE


Pequenas resistências elétricas embutidas na borracha permitem mudar as características do composto com o auxílio da eletricidade. Dependendo da corrente adotada, o pneu pode se tornar mais macio (aumenta a aderência) ou mais firme (favorece o consumo).

EFICIÊNCIA

 

O sulco profundo faz a banda de rodagem trabalhar como um rodado duplo, diminuindo a área de contato do pneu sem reduzir o apoio lateral. Também usa menos material, por ter uma só carcaça. Menos atrito e peso contribui para a economia de combustível.

MENOS RUÍDO


As ranhuras presentes no sulco principal, o que divide o pneu em duas bandas de rodagem com desenhos diferentes, têm a missão de aumentar o escoamento de água e de lama e reduzir o ruído produzido no contato do pneu com o asfalto seco.

AERODINÂMICA


Outro fator de redução de consumo é a presença do ombro liso, sem inscrições em relevo, e sim impressas em 2D, o que diminui o turbilhonamento de ar na região das rodas e melhora o rendimento aerodinâmico do veículo.

VÁLVULAS INTERNAS


O pneu tem duas câmaras de ar conectadas por válvulas, para equalizar a pressão interna. Se um dos lados sofrer algum problema, como um furo, as válvulas se fecham e garantem que a câmara não afetada conserve sua pressão, permitindo que o pneu rode como um run-flat.

FIM DO ESTEPE


Nos anos 1980, houve fabricantes de rodas e de pneus que propuseram rodagens duplas como alternativa às tradicionais. As empresas prometiam dirigibilidade, aderência e o fim do estepe, uma vez que o veículo poderia continuar rodando mesmo com um dos pneus furado.

Voltar para a página anterior

CATERG - Centro de Apoio Tecnológico do Rio Grande do Sul

Av. Ipiranga, 8733 - Intercap - CEP: 91530-001 - Porto Alegre - RS

Fone/Fax: (51) 3315 0502   Email: caterg@caterg.com.br